Jubert – Voluntário

Sou de Belo Horizonte e apaixonado por jipe há a anos. Temos um grupo e sempre que a Cruz Vermelha precisa de auxílio a gente vai como voluntário. O que eu tenho para dizer, para quem quer participar de ações como voluntário na Cruz Vermelha é: venha. Abrace a causa, você vai se sentir muito útil. Em determinados casos de catástrofes que atendemos, a gente fica anestesiado. Se perguntarem como você consegue conviver com aquilo, você nem sabe dizer, você está querendo é aliviar aquele sofrimento, chegar com o alimento, levar o socorro. Mas quando passa e você vai dormir, você chora. Parece que isso lapida a gente um pouco mais, você se sente um pouco mais valioso como ser humano.

Jubert - Voluntário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *